7 de setembro

VocÊ sabia que hoje dia 07 de Setembro de 1936 morreu o último tigre-da-tasmânia?


O tilacino conhecido como lobo-da-tasmânia ou tigre-da-tasmânia foi o maior marsupial carnivoro dos tempos modernos.

Nativo da Austrália e Nova Guiné, acredita-se que se tornou extinto no século XX. Foi o último membro de seu gênero, Thylacinus, ainda que diversas espécies relacionadas tenham sido encontradas em registros de fósseis datando desde ao início do Mioceno (Na escala de tempo geológico, o Mioceno ou Miocénico é a época do período Neogeno da era Cenozóica do éon Fanerozóico que está compreendida entre 23 milhões e 30 mil e 5 milhões e 332 mil anos atrás, aproximadamente. A época Miocena sucede a época Oligocena do período Paleogeno de sua era e precede a época Pliocena de seu período. Divide-se nas idades Aquitaniana, Burdigaliana, Langhiana, Serravalliana, Tortoniana e Messiniana, da mais antiga para a mais recente. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Mioceno).


Os tilacinos foram extintos da Austrália continental milhares de anos antes da colonização europeia do continente, mas sobreviveu na ilha da Tasmânia junto com diversas espécies endêmicas, incluindo o diabo-da-tasmânia. A caça intensiva encorajada por recompensas por os considerarem uma ameaça aos rebanhos é geralmente culpada por sua extinção, mas outros fatores que contribuíram podem ter sido doenças, a introdução de cães, dingos e a intrusão humana em seu habitat. O último registo visual conhecido ocorreu em 1932 e o último exemplar morreu no Zoológico de Hobart em 7 de Setembro de 1936. Apesar de ser oficialmente classificado como extinto, relatos de encontros ainda são reportados.

O tilacino provavelmente foi extinguido da Austrália continental há cerca de 2.000 anos, e possivelmente antes disso na Nova Guiné. A extinção é atribuída à competição com os humanos indígenas e os invasores dingos.

Apesar de há muito tempo extinto na Austrália continental na época que os colonizadores europeus chegaram, o tilacino sobreviveu até a década de 1930 na Tasmânia. Na época do primeiro assentamento, as distribuições mais pesadas estavam nas regiões centrais nordeste, noroeste e norte. Nos primeiros dias do assentamento europeu, eles eram raramente vistos, mas lentamente começaram a receber crédito por diversos ataques à ovelhas. Isto levou ao estabelecimento de esquemas de recompensas em uma tentativa de controlar sua população.

Aparições não confirmadas


Apesar do tilacino ser considerado extinto, muitos acreditam que o animal ainda existe. Aparições são regularmente alegadas na Tasmânia, outras partes da Austrália e até na área da Nova Guiné Ocidental, da Indonésia, próxima da fronteira com Papua-Nova Guiné. A Associação de Pesquisa de Fauna Australiana Rara registrou 3800 aparições em arquivo na Austrália continental desde a data de extinção em 1936, enquanto o Centro de Pesquisa Animal Misterioso da Austrália registrou 138 até 1998, e o Departamento de Conservação e Gerenciamento de Terras registrou 65 na Austrália Ocidental no mesmo período. Os pesquisadores independentes de tilacino, Buck e Joan Emburg, da Tasmânia, registraram 360 aparições tasmanianas pós-extinção no século XX e 269 continentais, números compilados de diversas fontes. No continente, as aparições são mais frequentemente registradas no sul de Victoria.
Algumas aparições geraram uma grande quantidade de publicidade. Em 1982, um pesquisador do Serviço de Parques e Vida Selvagem da Tasmânia, Hans Naarding, observou o que acreditava ser um tilacino por três minutos durante a noite em um local perto de Arthur River no noroeste da Tasmânia. A aparição levou a uma extensa pesquisa de um ano financiada pelo governo. Em janeiro de 1995, um oficial de Parque e Vida Selvagem reportou ter observado um tilacino na região de Pyengana no nordeste da Tasmânia nas primeiras horas da manhã. Buscas posteriores não revelaram nenhum sinal do animal. Em 1997, foi reportado que moradores locais e missionários próximos a Pirâmide Carstensz na Nova Guiné Ocidental haviam visto tilacinos. Os moradores locais aparentemente sabiam deles por muitos anos, mas não haviam feito nenhum registro oficial. Em fevereiro de 2005, Klaus Emmerichs, turista alemão, afirmou ter tirado fotografias digitais de um tilacino que viu perto do Parque Nacional Cradle Mountain-Lake St. Clair, mas a autenticidade das fotografias não foi estabelecida. As fotos não foram publicadas até abril de 2006, quatorze meses após a aparição. As fotografias, que mostravam somente as costas do animal, foram classificadas por aqueles que os estudam como inconclusivas como evidências da existência continuada do tilacino.

Tantos exemplares considerados extintos a milhares de anos estão sendo reencontrados quem sabe ainda não teremos muitas surpresas maravilhosas como essas de podermos ver novamente o tigre-da-tasmânia entre nossa rica fauna!?

A emoção sempre presente em nossos corações...

(Para saber mais sobre os Tilacinos acesse: FONTE: http://pt.wikipedia.org/wiki/Tilacino)

2 comentários:

  1. Tudo de Bio Says:

    É realmente uma pena saber que enquanto certas espécies tem tanto a comemorar, outras (irracionais ou não) que tinham tanto a oferecer, em todos os aspectos da vida ecológica, modificando a biosfera para sempre, tenham sido extintas. Hoje, esse animal da foto não passa de uma foto para nós, mas no passado com certeza representaram estudos, e anos de dedicações de cientistas que lidam com animais e com o próprio meio. Resta para nós apenas a vontade de ter podido viver com criaturas tão incríveis quanto estas! Sendo ou não considerado extinto, aguardo ansioso o seu retorno!! Parabéns pela matéria!!

    Posted on 8 de setembro de 2009 19:01  

    Sarah Crysthina Says:

    Lindas e sábias palavras, com certeza esse sentimento vive em meu coração, meu não nossos corações, com certezas muitas pesquisas que deixaram de ser feitas, não nos possibilitou inumeras descobertas, inumeros conhecimentos

    Posted on 9 de setembro de 2009 09:40  

Postar um comentário

Deixe sua opinião, dúvida, crítica ou desabafo, e sempre muito gratificante ter novas opiniões em nossos posts.
Ao deixar um comentário acompanhe-o, com certeza ele será respondido e comentado, afinal todos os comentários são respondidos de alguma meneira.

Muito obrigada pela visita e participação, é uma honra para gente ter sua opinião no Inspiração Verde!

Postagens populares

Ocorreu um erro neste gadget

..:: "Inspiração Verde" ::..

.

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa blogarama - the blog directory