Campanha TicTacTicTac - Faltam 53 dias para a COP-15

Chamada para ação - 24 de outubro de 2009

Participe do 3º Dia de Ação Global da campanha TicTacTicTac!



Dia 24 de outubro é o Dia Nacional de Adesão ao abaixo assinado para um clima saudável e seguro! Escolha eventos artísticos, esportivos, religiosos e culturais que ocorrerão dia 24 de outubro próximos a você. Aproveite o espaço e o público para passar a mensagem da TicTacTicTac, disseminar o abaixo-assinado e colher centenas de assinaturas. Se preferir organizar seu próprio evento, sugerimos escolher um local com algum significado especial para você e sua comunidade: uma praça, parque ou praia que você quer proteger das mudanças climáticas. Use a sua criatividade para reunir e motivar o público. Passeios de bicicleta, marchas, concertos, caminhadas, festivais, plantação de árvores, protestos, e mais acontecerão no mundo inteiro. A idéia é que as ações se relacionem com milhares de outras ações em todo o planeta, para que a mensagem do dia 24 de outubro seja poderosa: O mundo precisa das soluções climáticas que a ciência e a justiça exigem. Até o presente momento estão registrados 2252 eventos em 152 países. O tempo passa, o clima não está numa boa. Você faz a diferença!

Registre a sua ação em www.tictactictac.org.br - AGORA!
I. - Atividades da Campanha TicTacTicTac

Campanha TicTacTicTac ganha destaque no mundo empresarial: A TicTacTicTac foi apresentada com destaque e teve grande receptividade durante o lançamento do Programa EPC (Empresas Pelo Clima), um programa do Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV-EAESP (GVces) voltado ao desenvolvimento de propostas e ao compartilhamento de melhores práticas relacionadas à redução de emissões e outras formas de combate às mudanças climáticas. O programa já conta com a participação de 22 das maiores empresas presentes no Brasil, e no evento de lançamento participaram mais de 250 representantes do setor empresarial, além de jornalistas, acadêmicos e ativistas.

TicTacTicTac firma parcerias com universidades: A Campanha TicTacTicTac afirmou parceria com a Universidade Metodista, que está divulgando a Campanha entre seus 18.000 alunos, e também incluindo-a na programação de seus eventos e congressos.

Nesta quarta-feira, dia 14 de outubro, acontecerá mais uma Reunião do Conselho Consultivo da Campanha TicTacTIcTac. Na pauta os informes sobre os resultados da reunião de Bangkok, discussão sobre seus efeitos no andamento da estratégia internacional e local, e a mobilização para o dia 24 de outubro.

Também no dia 28, em São Paulo, haverá reunião de lideranças religiosas de várias orientações, para debate da questão das mudanças climáticas e preparo de ações em conjunto no período pré-COP15. Trata-se de uma iniciativa do Instituto Vitae Civilis, membro da Coordenação da Campanha TicTacTicTac.

II. - TicTacTicTac na mídia

Do final de setembro até agora a Campanha TicTacTicTac acelerou sensivelmente sua visibilidade na mídia de diversas formas. A Campanha foi citada no blog da Senadora Marina Silva. Vários meios de comunicação publicaram matérias sobre as várias manifestações promovidas por entidades e por pessoas empenhadas em divulgar o abaixo assinado da TicTacTicTac. De sites como o Planeta Sustentável a jornais no Mato Grosso ao Nordeste a Campanha está começando a ganhar mais velocidade.

O Estado de São Paulo, na edição do dia 11 de outubro, publicou matéria sobre a Campanha, citando a entrevista com o ator Cauã Reymond e o engajamento de atores celebres como Gael García Bernal e o vocalista brasileiro Tico Santa Cruz. O Coordenador da Campanha, Aron Belinky afirma que a idéia não é depender só de celebridades para passar uma mensagem, mas contar com o apoio delas para abranger pessoas de todos os tipos. www.estadao.com.br/estadaodehoje/20091011/not_imp449108,0.php

Nos Shoppings brasileiros, o vídeo com o ator Cauã Reymond será exibido através dos pontos de TV da Elemidia com a confirmação de duas semanas no final de outubro e duas semanas no inicio de dezembro. www.youtube.com/watch?v=0w1SdJdImUk

Os cinemas continuam veiculando o filme da Y&R sobre adaptação.
www.youtube.com/watch?v=oY4E8PYSdCc

III. - Atividades de parceiros/sobre mudanças climáticas no Brasil

Destacamos eventos que abordaram temas importantes e instigantes, sobre os quais há uma diversidade de abordagens e posicionamentos: a preparação para lidar com situações climáticas extremas e as diferentes visões de como promover a redução de emissões associadas ao desmatamento, sem criar efeitos perversos e ao mesmo tempo promover justiça social e efetividade ambiental. A Campanha tem estimulado debates em torno desses temas, pois nesse momento é importante o engajamento de diversos setores da sociedade no encontro de soluções justas para a sustentabilidade da conservação florestal e vida digna das pessoas que vivem em áreas florestais.

25 de setembro - São Paulo/SP: Aproximadamente 40 representantes de redes e organizações da sociedade civil, especialistas de órgãos de governo e da Universidade reuniram-se em São Paulo, por iniciativa do IPAM, para um encontro informal para analisar as diversas propostas em formulação ou negociação para gerar mecanismos, no regime multilateral de mudança de clima, que incentivem a conservação florestal e a diminuição do desmatamento. Além das propostas das negociações internacionais, houve debate sobre as demandas de governadores da Amazônia, e a analise de vantagens e desvantagens de outras concepções e mecanismos, públicos e privados, de redução de emissões de gases de efeito estufa associada à redução de desmatamento e degradação florestal.

2 e 3 de outubro – Belém/PA: Representantes de diversos segmentos da sociedade, reunidos no seminário “Clima e Floresta - REDD e mecanismos de mercado como solução para a Amazônia?”, organizado pela FASE e parceiros em Belém, divulgaram carta pública em que reivindicam que a Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação (REDD) não seja utilizado como mecanismo de mercado de carbono nem aceito como compensação às emissões dos países do Norte.
www.fase.org.br/v2/pagina.php?id=3157

7 e 8 de outubro - Araranguá/SC: Foi realizado o II Encontro sobre Fenômenos Naturais, Adversidades e Mudanças Climáticas na Região Sul, organizado pela ONG Sócios das Natureza, Núcleo Amigos da Terra Brasil, entre outros. Ver em www.efamuc.contato.net/. Mais de 500 pessoas estiveram presentes para debater como a região enfrentou e poderá enfrentar adversidades climáticas.

IV. - Notícias da Campanha global Tcktcktck

Até agora, mais de 1,47 milhões de pessoas no mundo inteiro assinaram a petição da campanha TckTckTck. http://www.tcktcktck.org/

Milhares de pessoas se juntam em marcha nas ruas de Bangkok. Na última segunda-feira, dia 5 de outubro, durante a reunião preparatória para COP-15 da ONU sobre mudanças climáticas em Bangkok, mais de 3mil pessoas, entre ativistas, grupos de jovens e membros comunitários, organizaram marcha para reivindicar ações urgentes para a proteção do clima, considerando que os recentes desastres climáticos na Asia colocaram em perigo a sobrevivência de muitas pessoas d região.
http://adoptanegotiator.org/2009/10/05/thousands-take-to-the-streets-of-bangkok-to-demand-climate-justice/

Tribunal pelo Clima pede Fundo de Adaptação Global. Na mesma semana, um tribunal organizado por grupos da sociedade civil da Campanha TckTckTck e do Movimento Popular sobre Dívida e Desenvolvimento da Asia e Pacífico, reuniu testemunhas da Tailândia, Bangladesh, Filipinas, Indonésia e Nepal. O juiz Amara Pongsapich, coordenador da Comissão de Direitos Humanos da Tailândia, determinou que os países do G8 deveriam criar um fundo de adaptação global com recursos suficientes para os países mais pobres, baseado em uma base legal de demandas de reparação por danos e impactos climáticos provocados pelas emissões históricas dos países desenvolvidos. http://tcktcktck-asia.org/?cat=17
www.youtube.com/watch?v=H2wARl94yFI - www.ipsnews.net/news.asp?idnews=48756
www.bangkokpost.com/news/local/25154/g8-found-guilty-of-climate-crime

Sindicatos lançam Campanha pela Transição Justa. Com o lema: “As mudanças climáticas também afetam o mundo do trabalho: Queremos uma transição justa” a Confederação Internacional de Sindicatos (ITUC) expressou em Bangkok as suas preocupações com a perda de empregos devido às mudanças climáticas. Os sindicatos afirmaram que boas políticas podem, ao mesmo tempo, beneficiar o planeta e a população, através da criação de milhões de empregos novos, decentes e verdes. A Confederação pretende criar, através da Campanha péla Transição Justa o diálogo social e as redes de segurança necessárias para garantir que os trabalhadores e trabalhadoras em indústrias que são ameaçadas pelas mudanças climáticas recebam a capacitação e o apoio para se inserir em novos empregos verdes. http://climate.ituc-csi.org

Informes do Global Campaign for Climate Action (GCCA) Weekly Update, 5 ao 9 de outubro de 2009.

V. O caminho para Copenhague: Saiba mais sobre as negociações internacionais

Encerrada reunião preparatória de Bangkok. Terminou na sexta-feira, dia 9 de outubro, a reunião preparatória da ONU para COP-15 em Bangkok, Tailândia. Os recentes desastres naturais nas Filipinas e na Índia mostraram mais uma vez a brecha grande entre a grande destruição de vidas que muitas populações sofrem e o ritmo lento das negociações.

Qual é o futuro do Protocolo de Quioto? A reunião mostrou falta de acordo sobre um eventual futuro do protocolo de Quioto, e tanto os Estados Unidos, com consenso da EU, afirmaram que o mesmo deveria se encerrar em 2010, enquanto o Grupo dos Países em Desenvolvimento (G-77) afirmou que deveria se iniciar a segunda fase de compromissos.
www.vitaecivilis.org.br/default.asp?site_Acao=mostraPagina&paginaId=2319
www.climaticoanalysis.org/post/bangkok-lack-of-clarity-on-finance-may-scupper-progress/
www.nature.com/news/2009/091009/full/news.2009.996.html
www.huffingtonpost.com/jake-schmidt/look-under-the-hood-of-th_b_315188.html
www.treehugger.com/files/2009/10/rich-countries-bangkok-climate-talks-stalemate.php

Falta de acordo sobre mitigação e transferência de recursos. Falta de visões consensuais, principalmente no que se refere aos temas de mitigação e transferência de recursos financeiros, estão emperrando o processo das negociações para a COP-15. Neste contexto foi recebida com alegria apenas a notícia que a Noruega irá assumir um compromisso de redução de emissões de gases de efeito estufa de 40% até 2020 referente ao ano base de 1990, se destacando como exemplo para todos os países do Anexo I. O compromisso da Indonésia, em ter uma desvio de 26% nas suas emissões de carbono até 2020 com relação ao Business as Usual também recebeu muita atenção.

Discussão sobre REDD ignora vetores de pressão sobre florestas. Quanto à questão específica de mecanismos de compensação para a Redução de Emissões de Desmatamento e Degradação de Florestas – REDD, um documento de trabalho foi preparado pelo “Chair” do Grupo de Contato sobre Ação Aumentada de Mitigação e as Medidas Respectivas de Implementação visando à consolidação de diversas propostas para um texto de negociação. No primeiro capítulo sobre Objetivos, Abrangência e Princípios Orientadores este texto diz “Todas as Partes devem coletivamente olhar para a perda de cobertura florestal nos países em desenvolvimento até 2030....” Admitir que REDD visa preservar “cobertura florestal” é abrir a porteira para a especulação e dar acesso ao mecanismo pelos investidores em projetos de reflorestamento e plantios de monocultura de arvores, que muitos insistem em chamar de reflorestamento. Isto seria contrário aos objetivos de REDD. O documento tampouco faz qualquer referência à conservação de florestas naturais. Outro ponto no documento que preocupa é a ausência de qualquer referência aos vetores de pressão sobre as florestas: agricultura, pecuária, madeireiras etc. Um regime de REDD que ignora esses vetores de pressão será, certamente, incompleto, omisso e perigosamente arriscado.

Chefe da delegação brasileira defende acordo ambicioso para a COP-15. Em entrevista cedida a Juliana Russar, do projeto Adote um Negociador, em Bangkok, no dia 7 de outubro, o Ministro Luiz Alberto Figueiredo Machado, Chefe da delegação brasileira, afirmou que o Brasil tem interesse grande nas discussões sobre mitigação, tanto para os países desenvolvidos como em desenvolvimento. Também afirmou o interesse no assunto de florestas e um sistema forte de REDD. Como país em desenvolvimento, ainda destacou a importância da adaptação, de um acordo forte sobre financiamento e transferência de tecnologia e capacitação. O Ministro Figueiredo disse que as expectativas do Brasil para Copenhague são um resultado ambicioso com metas para cortes profundas de emissão nos países desenvolvidos e ações claras de redução na taxa de emissões nos países em desenvolvimento, como o Brasil.
http://adoptanegotiator.org/2009/10/07/brazil-mr-figueiredo-machado-talks-about-the-negotiations/

Banco Mundial e FMI pretendem promover Economia Verde. Em reunião anual ocorrida entre os dias 6 e 7 de outubro em Istambul, Turquia, o Banco Mundial e FMI afirmaram e necessidade de promover investimentos verdes como parte dos pacotes de estímulos econômicos.

Com informes do BOLETIM VC, Edição Especial Ano XV nº. 05 – 09 de Outubro de 2009, Notícias sobre desenvolvimento sustentável, meio ambiente e atividades do Vitae Civilis e do Global Campaign for Climate Action (GCCA) Weekly Update, 5 ao 9 de outubro de 2009.

VI. O Brasil no clima: A política nacional

Brasil se compromete com sustentabilidade na Copa 2014 e nos Jogos Olímpicos em 2016. Durante a reunião anual do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional em Istambul nos dias 6 e 7 de outubro, o Presidente do BNDES, Luciano Coutinho, afirmou que o Brasil está comprometido com a sustentabilidade e afirmou que o país irá organizar uma Copa do Mundo Verde em 2014 e os Jogos Olímpicos Verdes em 2016.

Lula afirma que proposta brasileira sobre mudanças climáticas deve ficar pronta este mês. O Presidente Lula afirmou, durante o programa semanal de rádio "Café com o Presidente" que a proposta brasileira para enfrentamento das mudanças climáticas deverá estar pronta ainda este mês. A idéia seria fazer com que outros países também participem da construção da proposta. Lula disse que os países desenvolvidos devem assumir compromissos “não apenas para diminuir as emissões, mas para que possam pagar pelo estrago que já fizeram ao planeta”. No dia 13, Lula irá reunirá alguns de seus ministros para discutir a posição brasileira, como o Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, das Relações Exteriores, Celso Amorim, e da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende.
http://oglobo.globo.com/ciencia/mat/2009/10/12/lula-proposta-brasileira-sobre-mudancas-climaticas-deve-ficar-pronta-este-mes-768019022.asp
www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2009/10/12/materia.2009-10-12.7371996386/view

Lula cobre engajamento maior da UE para Copenhague. Durante a Cúpula Brasil – União Européia, que ocorreu na última terça-feira, dia 6 de outubro em Estocolmo (Suécia), o Brasil reiterou os seus compromissos de desmatamento na ordem de 80% até 2020, e pediu mais engajamento da União Européia para respostas conjuntas à crise. Os dois países concordaram que um acordo global em Copenhague deverá conter compromissos vinculantes dos países ricos e garantir ajuda financeira para os países mais pobres.

VII. - Agenda da semana nacional

Haverá reforço na mobilização para o dia 24 de outubro, através da circulação de uma segunda convocatória para que todos os colaboradores da campanha participem desse Dia de Ação Global, coletando assinaturas para o abaixo-assinado e levando a proposta da TicTacTicTac para eventos artísticos, culturais, religiosos e esportivos de sua comunidade. A idéia dessa vez é, prioritariamente, "ir aonde o povo está". Também estão previstos e podem ser apoiadas manifestações especialmente realizadas para apoio à campanha TicTacTicTac.

13 de outubro – São Paulo/SP: A revista Carta Capital e a Envolverde realizam o evento “Diálogos Capitais - Na Rota de Copenhague”: Uma iniciativa para conversar sobre o Brasil e os compromissos para uma economia de baixo carbono que vão ser decididos durante a COP 15, em dezembro próximo, em Copenhague. Comparecem como palestrantes Sérgio Serra, Embaixador extraordinário de Mudanças Climáticas do Itamaraty, e José Goldenberg, Doutor em Ciências Físicas, ex-reitor da USP e ex-secretário de Meio Ambiente do Estado de São Paulo. Entre os debatedores, dois conselheiros da campanha TicTacTicTac: o renomado professor Ladislau Dowbor e Ricardo Young, do Instituto Ethos. A campanha também se faz presente com distribuição de materiais, coleta de assinaturas e exibição de seus filmes.

13 a 16 de outubro – Gravatá/PE: Será realizado o 12º Congresso Nordestino de Ecologia: O encontro vai reunir ambientalistas, pesquisadores, professores, estudantes, gestores públicos, empresários e representantes da sociedade civil, que vão trocar idéias e experiências acerca do tema central “Nossas escolhas determinam o futuro”. A expectativa é receber cerca de 600 congressistas. No dia 15 haverá conferência do Rubens Born, do Instituto Vitae Civilis e da Campanha TicTacTicTac sobre Mudanças Climáticas. www.sne.org.br

VII. - Agenda de mobilização internacional


15 de outubro: Dia de Ação Global pelo Clima via blog.
17 e 18 de outubro: Fórum das Maiores Economias, Londres.
19 a 23 de outubro: Oficina sobre a Implementação de Programas Nacionais de Adaptação nos Países Menos Desenvolvidos, Tanzânia.
20 de outubro: Reunião dos ministros da Economia e Finanças da União Européia, Bruxelas, Bélgica.
24 de outubro: Dia de Ação Global TicTacTicTac e 350.org
26 a 29 de outubro: 31ª Sessão do IPCC, Bali (Indonésia).
30 de outubro a 6 de novembro: O Nosso Clima não está a Venda, Barcelona, Espanha.
2 a 6 de novembro: Reunião preparatória para COP-15 em Barcelona, Espanha.
7 a 8 de novembro: Reunião dos Ministros da Economia e Finanças do G20 na Escócia.
10 a 14 de novembro: 21ª Reunião das Partes do Protocolo de Montreal, Egito.
16 e 17 de novembro: Cúpula Estados Unidos – China.
27 de novembro a 5 de dezembro: Semana Global de Ação/Seattle+10.
30 de novembro a 2 de dezembro: Reunião Ministerial da OMC, Genebra, Suíça).
7 a 18 de dezembro: COP-15 em Copenhague, Dinamarca.
12 de dezembro: Dia de Ação Global pelo Clima.

Veja os filmes da Campanha global e da TicTacTicTac:

Hora de Acordar Global - Brasil, 21/09/09: www.youtube.com/watch?v=S-E_XA2INUI
"Relógio" - com Cauã Reymond, apoio Oxfam: www.youtube.com/watch?v=0w1SdJdImUk
"Adaptação" - animação feita pela Y&R : www.youtube.com/watch?v=oY4E8PYSdCc
"100 dias para Copenhague- Parque Ibirapuera-SP": www.youtube.com/watch?v=fvCqQRi0ZW8
Hora de Acordar global: www.youtube.com/watch?v=zWrstBidAXg&feature=channel
As Loucas de Pedra Lilás na Hora de Acordar: www.youtube.com/watch?v=ocCibVmrEPc


Quer divulgar suas notícias sobre a campanha TicTacTicTac?
Escreva para apoio@tictactictac.org.br
As edições são fechadas toda 2a-feira, às 10h00.

Expediente

Este informativo é elaborado e divulgado semanalmente pela Campanha TicTacTicTac.
Jornalista responsável: Esther Neuhaus.
Colaboração: Aron Belinky, Sandra Sinicco, Rubens Born, Morrow Gaines Campbell III, Juliana Russar.
Endereço: Rua Itápolis, 1468 Pacaembu - São Paulo/SP - Fone: 11 3662 0957 - contato@tictactictac.org.br

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião, dúvida, crítica ou desabafo, e sempre muito gratificante ter novas opiniões em nossos posts.
Ao deixar um comentário acompanhe-o, com certeza ele será respondido e comentado, afinal todos os comentários são respondidos de alguma meneira.

Muito obrigada pela visita e participação, é uma honra para gente ter sua opinião no Inspiração Verde!

Postagens populares

Ocorreu um erro neste gadget

..:: "Inspiração Verde" ::..

.

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa blogarama - the blog directory