Crianças X Lixões - Uma realidade dura e cruel

Procuradora do Trabalho pede retirada de crianças de lixão em AL
Ação teve início depois da morte de menino que recolhia lixo.
Prefeitura diz que não tem como controlar acesso.
O Ministério Público do Trabalho, em Alagoas, pediu a retirada de crianças que reviram o lixão de Maceió em busca de sustento. Muitos moradores de uma favela que fica bem ao lado do lixão sobrevivem do que recolhem do lixo.




Um menino morreu no lixão da capital alagoana, depois de passar a noite trabalhando. Ele dormia em uma montanha de lixo e acabou atropelado por um trator. Segundo a Procuradoria Regional do Trabalho, a criança estava enrolada em um papelão quando foi atingida, na madrugada de quinta-feira passada (30). "Eu falava que era para ele não ir", lamenta a mãe.

Moradores da região dizem que, mesmo depois da tragédia, crianças continuam indo até o lixão. "Criança até de 6 anos, 7 anos. Dá para ver lá dentro trabalhando, os carros virando o lixo lá, o trator...É arriscado matar outro”, diz um morador.

O Conselho Tutelar afirma que fazia visitas ao lugar, mas que as crianças sempre acabavam voltando. "Eu acho que todo o sistema de garantia do direito da criança e do adolescente falhou", opina Arnaldo Capela, do Conselho Tutelar.



Na terça-feira (4), a procuradora do Trabalho Rosemeire Lôbo entrou com ação determinando que a Prefeitura de Maceió retire as crianças e adote medidas para evitar que elas voltem ao lixão. A prefeitura diz que é impossível controlar todas as áreas de acesso ao local.

MEIO AMBIENTE X LIXÕES

É uma forma inadequada de disposição final de resíduos sólidos, que se caracteriza pela simples descarga sobre o solo, sem medidas de proteção ao meio ambiente ou à saúde pública.

Os resíduos assim lançados a céu aberto acarretam problemas de saúde pública, como proliferação de vetores de doenças (moscas, mosquitos, baratas e ratos, etc.), geração de maus odores e principalmente, a poluição do solo e das águas superficiais e subterrâneas através do chorume (líquido de cor preta, mau cheiroso e de elevado potencial poluidor produzido pela decomposição da matéria orgânica contida no lixo), comprometendo os recursos hídricos. Em termos ambientais, os lixões agravam a poluição do ar, do solo e das águas e ainda provocam poluição visual. O chorume, que surge pela decomposição dos resíduos, acaba se infiltrando no solo causando sua poluição, devido á geração de líquidos percolados. Se ocorrer a contaminação do lençol freático, pela infiltração desses líquido, poderá resultar na poluição de poços alimentando endemias e desenvolvendo surtos epidêmicos. Acrescenta-se a esta situação o total descontrole quanto aos tipos de resíduos recebidos nestes locais, verificando-se até mesmo a disposição de dejetos originados dos serviços de saúde principalmente dos hospitais, como também das indústrias. Comumente ainda se associam aos lixões fatos altamente indesejáveis, como a presença de animais, e problemas sociais e econômicos com a existência de catadores, os quais retiram do lixo o seu sustento, e muitas vezes residindo no próprio local.

Portanto, muito tem sido discutido acerca da implantação de aterro sanitário consorciado com os municípios que compõem a região do cariri, principalmente do triângulo crajubar como as cidades de Crato, Juazeiro e Barbalha, uma vez que diminuiria os custos. Mas, infelizmente por ausência de políticas públicas voltadas para solução do problema, o destino que ainda é dado aos resíduos sólidos urbanos nessa região, é o conhecido LIXÃO.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião, dúvida, crítica ou desabafo, e sempre muito gratificante ter novas opiniões em nossos posts.
Ao deixar um comentário acompanhe-o, com certeza ele será respondido e comentado, afinal todos os comentários são respondidos de alguma meneira.

Muito obrigada pela visita e participação, é uma honra para gente ter sua opinião no Inspiração Verde!

Postagens populares

Ocorreu um erro neste gadget

..:: "Inspiração Verde" ::..

.

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa blogarama - the blog directory