Massacre de golfinhos curiosos 2


“Há anos o Japão explora toda criatura marinha.
No país isso não é cruel”
Theodore Bestor, antropólogo
Gente a situação é ainda pior enquato nas ilhas Faraós ocorre isso tudo, no Japão ocorre o mesmo todo o ano.
"Todos os anos, no dia 1º de setembro, abre-se no Japão uma nova estação de caça a golfinhos e repetem-se em todo o mundo os protestos de ambientalistas. No curso da temporada, cerca de 23 mil animais são capturados com vida e podem ou não ser abatidos – cada peça de um golfinho vale US$ 500 nos mercados de Taiji, cidade de três mil habitantes. Outro destino para esses animais é vendê-los vivos por mais de US$ 30 mil, cada um, aos parques aquáticos da Coreia do Sul e dos Emirados Árabes.". Esse é um trecho da reportagem que saiu na "isto é Independente".
Muitos lugares considerados paradisíacos, tornam-se por 180 dias um mar de sangue literalmente onde as vítimas, infelizmente são uma das criaturas mais inteligentes e amigáveis, os golfinhos, e os vilões, infelizmente, o HOMEM. Que homens são esses que ainda não percebem o que fazem.
No Japão isso é "CULTURA", que cultura é essa que precisa massacrar criaturas indefesas?
“Os caçadores se vestem com roupas de borracha escura que têm cauda semelhante à dos golfinhos. É triste ver os animais se aproximarem para brincar e ser capturados. É uma perversa estratégia”, diz Ric O’Barry, famoso biólogo americano que treinou durante cinco anos os golfinhos da série de televisão “Flipper”. Ele perseverou por oito anos na perseguição a pescadores japoneses para gravar um documentário sobre a crueldade da caça a esses mamíferos. Apesar de essa prática ser ilegal na maioria dos países, ela é lícita no Japão em nome de sua cultura e economia. Por determinação do governo japonês, no entanto, procura- se esconder do mundo os métodos empregados. “Não foi fácil conseguir filmar tudo o que vi”, diz O’Barry, que lançou na semana passada o documentário “The Cove”.



Eu fico imaginam a dor de ver isso acontecer por 8 anos... sem poder se quer denunciar a alguém.
Que primeiro mundo é esse, cada a humanidade?
O que para mim já era torturante ver, chega a ser ainda pior em imaginar que muitos paises contribuem e aceitam que isso ocorra anualmente, é necessario muito mais que simples protestos que trazem a revolta a todos que se importam e nada afetam aos que praticam esses atos frios e cruéis.
Não sei por onde começar mas algo precisa ser feito! E URGENTE!



0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião, dúvida, crítica ou desabafo, e sempre muito gratificante ter novas opiniões em nossos posts.
Ao deixar um comentário acompanhe-o, com certeza ele será respondido e comentado, afinal todos os comentários são respondidos de alguma meneira.

Muito obrigada pela visita e participação, é uma honra para gente ter sua opinião no Inspiração Verde!

Postagens populares

Ocorreu um erro neste gadget

..:: "Inspiração Verde" ::..

.

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa blogarama - the blog directory